Arquivo da categoria: Anime

CANTINHO DO SENNA 001 – SAKAMICHI NO APOLLON

Anime: Sakamichi no Apollon
Tipo: Série
Gêneros: Drama, Romance
Temas: Amadurecimento, Amizade, Música
Ano: 2012
Estúdios: Mappa / Tezuka Productions
Episódios: 12
Criação Original: Yuki Kodama (mangá)
Diretor: Shinichiro Watanabe
Música: Yoko Kanno
Character Design: Nobuteru Yuki
Diretor-Chefe de Animação: Yoshimitsu Yamashita
Tema de Abertura: “Sakamichi no Melody” por YUKI
Tema de Encerramento: “Altair” por Motohiro Hata

 

Hoje é um dia bem feliz para mim, pois depois de uma visita ao RJ do amigo Lucas_Otaku(Tracker MDAN), onde matamos um pouco da saudade (já fazia praticamente 5 anos que não nos víamos), o mês derradeiro deste ano começa… E neste 1º de dezembro de 2017, após TRÊS anos, DOIS meses e UM dia da criação desta coluna, e depois de um dia corrido, estafante e todos os deveres trabalhistas muito bem cumpridos, venho aqui DE FATO reestrear a coluna com o post 001.
Espero que compartilhem da minha alegria e curtam este post, assim como gostei de fazê-lo.

 

Bem, está aqui um prato obrigatório para quem gosta de Beck por exemplo, para quem gosta de música em geral, e por que não dizer para quem gosta de Cowboy Bebop também? Mas não apenas para este tipo de pessoa. Sakamichi no Apollon é um anime de vida cotidiana que tem (ou teria) a música como tema principal e a escola mais uma vez atuando como pano de fundo, além de ter comédia, romance e drama inseridos em sua história. A escola na verdade é um pano de fundo usado apenas para juntar os 3 principais personagens, depois disto ela é completamente esquecida no anime, e o que dá o ‘tom’ da história (desculpem o trocadilho, não resisti), é a música mesmo.

Sinopse: No início do verão de 1966, Kaoru sai de sua cidade costeira e se transfere para a escola secundária de uma cidade provincial de Nagasaki. Graças a sua família, que vive em um ciclo quase constante de mudança de cidades, Kaoru só conhece as escolas como lugares de difícil adaptação. No entanto, em seu primeiro dia na nova escola, ele encontra Sentarou, um valentão da turma, e toma um novo rumo na vida.

Eu achei que seria muito suspeito para falar sobre Sakamichi, pois adorei o anime de cara, especialmente porque logo no episódio 03 acontece uma situação em que eu exclamei em frente ao computador: “putz, até que enfim vi um anime em que algo do tipo aconteceu rápido!”. Fiquei muito mais animado com a história depois disto, também porque sabia que aquela situação teria seus desdobramentos, e que eu esperava fossem positivos… Mas acho que conseguirei ser imparcial ao falar do anime como um todo e explorar seus pontos fracos, que na verdade… na minha opinião é apenas 1.

A música de abertura é muito boa, tem um ritmo que começa um tanto quanto suave até que a batida acelera e com ela a sua empolgação te deixa se levar por toda a abertura. E olha que no começo, apesar de achá-la boa muito por causa da letra, eu não gostava muito da música, mas hoje vejo que ela me ganhou mesmo. É uma letra muito bem executada com a excelente melodia que a permeia e tem tudo a ver com o anime, rigorosamente tudo. E para dar nota 10 à abertura, o vídeo não fica para trás e se encaixa perfeitamente. Realmente, poucas aberturas de anime são tão perfeitas quanto a de Sakamichi.

Depois de ver o encerramento, não posso dizer que de fato gostei da música. O encerramento fica um pouco aquém da abertura, apesar da letra novamente retratar o anime em praticamente toda sua extensão. Se fosse apenas pelas letras de ambas, eu poderia dar nota 10 para o anime neste aspecto.

Fora isto ainda temos o adendo de, que sendo um anime que tem a música como um dos principais temas, um excelente profissional estar à frente da produção neste quesito. A música ficou a cargo da lenda Yoko Kanno, responsável pela notável trilha de Cowboy Bebop, além ainda dos seguintes animes: Escaflowne, Ghost in The Shell, Wolf’s Rain e Darker Than Black. E ainda de “lambuja”, na direção do anime temos Shinichiro Watanabe, a outra lenda, que formou dupla com Yoko Kanno no mesmo Cowboy Bebop. Sendo assim, podem esperar nada mais nada menos do que um excelente anime.

Voltando a falar mais especificamente do anime, no episódio 7, não sei o exato porquê, soltei umas lágrimas. Àquela altura, o anime estava ficando cada vez melhor, pela humanidade que cada personagem passava ao longo dos episódios. Eu me vi completamente no anime, nas mais variadas situações, e a emoção que o anime estava passando me surpreendeu muito positivamente. Não é exatamente isto o porquê de eu recomendar ou deixar de recomendar este anime, porque foi uma situação mais pessoal, mas as situações que os personagens vivenciam e passam ao telespectador são muito vivas, muito reais, e são empregadas de forma a nos vermos totalmente na tela, e isto de modo bem feito e não tão caricato, como as próprias situações pediram, faz com que Sakamichi seja um anime elencado entre os melhores, mesmo que sua proposta seja básica e seu objetivo seja tão clichê quanto diversos outros.

Acho que o final da história pecou para ele não ser um anime praticamente perfeito. Na minha visão o anime teria que concluir algo que não o faz, deixa um certo ponto sem uma boa conclusão, como em geral acontece com vários animes. Para algumas obras, eu acho que é válido, para Sakamichi achei que não foi. A história fica um pouco estranha após certo episódio e toma um rumo diferente do que parecia seguir ou do que em tese, na minha opinião, seria o mais coerente a se seguir. E o anime ainda deixou um pouco de lado um dos seus temas principais.
Apesar de seu final apenas razoável, ou que para muitos pode não ter sido tão ruim assim ou pode até ter sido realmente bom, Sakamichi no Apollon é um anime que realmente fez uma diferença na temporada em que passou. É uma obra que pode alcançar muito mais do que o público de slice of life, além ainda de ser um anime mais adulto (SNA é um josei).
Sendo ele um josei, é para se ficar mais curioso ainda, vide o fato de que todos os homens que conheço que viram, gostaram do anime. Se você ainda não viu, sugiro ver. =D

 

Músicas de abertura e encerramento: http://www.mp3.animaniaclub.com.br/download/mp3-anime/Sakamichi%20no%20Apollon/ (precisarão de login)
E aqui deixo um adendo bem particular e bem peculiar também. Estava caçando a OP de SNA no YouTube enquanto fazia este texto, só para ouvir a música sem precisar baixar nada e eis que me deparo com uma versão polonesa “fandubada” da música… Bem, se você gostou da versão original, talvez goste e talvez até se emocione com esta também, mas além da emoção de ouvir esta bela melodia, esta versão polonesa da OP de SNA, para mim, é ótima. Me surpreendi completamente com o fato de como a moça, além da voz boa, conseguiu adaptar esta música numa língua tão travada como o polonês (cheia de consoantes). É lógico que não ficou perfeita, peca um pouco no ritmo/métrica e eu não sei se a letra em polonês foi tão bem adaptada, mas isto é outra história… Para um fanmade, achei que ficou muito bom. Ouçam vocês mesmos e comentem aqui depois também: http://www.youtube.com/watch?v=nu1Ne6Ec2MM

 

Nota Técnica: 8,5
Nota Pessoal: 9
Fansub Recomendado e Sinopse: MDAN (mdan.org)

 

É isso, ~PYON! =D
E como disse a @Leili  há pouco, “Este dia foi louco! Mas no fim deu tudo certo. =D”
.

SHINZO Fansub, corrigindo SEUS erros através da penetração
e aumentando a qualidade dos animes distribuídos no Brasil!!”

 

 

Anúncios

SZA 009 – Sobre “Super Campeões” e o Futebol da vida real

Ohayooou! E aí, Shinzonianos que vão a estádios de futebol torcer pelos seus times, assim como eu já fui várias vezes e como tenho ido especialmente em 2017, tudo bem com vocês?!
Fala @Daisuke/@Tony/@Michel, este post é especial para pessoas como vocês! =)
Para o post de hoje, na SHINZENNA ALEATÓRIA 009, tive a ideia de misturar animes e vida real (coisa que farei mais vezes), mais especificamente Super Campeões (ou Captain Tsubasa, como queiram melhor chamar) e Futebol.

 

Quando a SZA foi debatida e posteriormente criada, eu já tinha pensado neste tipo de tema (animes e um esporte específico) para escrever aqui, mas não pensei primariamente num anime e Futebol. Diante da 9ª SHINZENNA, me vi de certa maneira forçado a passar este post na frente de outros do mesmo tópico, haja vista que o número “9” é o padrão dos atacantes chamados de “centroavantes” dos times de futebol, e o centroavante é quem geralmente tem a missão de fazer os GOLS do time. Não que outros jogadores não possam fazer gols também, e estão aí os supostamente 3 melhores jogadores do mundo, Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar, para nos mostrarem exatamente isto. Até mesmo o goleiro pode fazer gols, mas o “centroavante” tem isto como função específica!
Assim, achei interessante tratar de Futebol e “Super Campeões” na SHINZENNA de hoje, a de número “9”. E se o GOL é o clímax em qualquer partida de futebol, vamos começar mostrando alguns bonitos gols.

 

Golaço de David Luiz contra a Colômbia (Copa do Mundo de Futebol Masculino 2014):

 

Gol do Atlético de Madrid (UEFA Champions League Masculino 2017-2018) (aos 2m30s)

 

Basicamente, o que eu gostaria de comentar aqui hoje é o fato de ter ouvido (e provavelmente continuarei ouvindo) por muitos anos que Super Campeões é um anime ruim, porque os jogos são dotados de muito exagero num aspecto geral, que várias jogadas apresentadas são extremamente inviáveis no futebol real, que os personagens tem super poderes, que os gols são absurdos e blá-blá-blá. Ao contrário da grande massa de pessoas que além disto tudo não consegue enxergar pequenas sutilezas que o anime tem em sua história ao redor dos jogos, eu nunca pensei no anime com todo este radicalismo. Sei que o anime tem seus exageros e suas falhas, e talvez não seja o melhor anime de futebol que qualquer um verá ao longo da vida, mas…

 

Golaço de David Luiz contra o Roma (UEFA Champions League Masculino 2017-2018):

 

Zappacosta contra o Qarabag (UEFA Champions League Masculino 2017-2018) (aos 1m07s)
A jogada começa lá no goleiro, e aí… GOLAÇO a la Super Campeões!! xD

 

Recentemente eu me vi, totalmente sem querer, analisando determinados gols do nosso, amado por muitos e odiados por muitos outros, esporte “bretão” da vida real, e assim percebi o que (aparentemente e) inconscientemente eu talvez já soubesse: que Super Campeões não é tããão diferente assim da vida real, que não é tããão exagerado como dizem por aí. A base de muitos lances vistos em Super Campeões realmente acontece na vida real, e consequentemente a base de muitos gols é a mesma (aí o anime incrementa com um pouco de fantasia para dar aquela emoção a mais, o que muitas vezes sempre pareceu desnecessário, verdade seja dita), assim como muitos gols também, além ainda dos sonhos e problemas dos jogadores, as transferências e viagens para outros países, e até mesmo a disputa em campeonatos juvenis/juniores entre seleções.

 

“Prêmio Usain Bolt” para ele! Gol do indonésio Terens Puhiri contra o Mitra Kukar (Liga 1 da Indonésia) (aos 4m20s)
Narrador ficou empolgadaço! Mas também pudera… eu também ficaria…=D

 

 

Prêmio Puskas – vencedores de 2009 a 2015 e finalistas 2016. Obs.: fora os gols que chegaram às semi-finais e finais do Prêmio a cada ano entre 2009 e 2015…=D
Tirando o gol vencedor do prêmio em 2009, que foi o mais, digamos, comum, todos os outros têm sua técnica, sua plástica, sua sorte e são lances de rara felicidade para quem os fez. Pode-se achar que no anime isto acontecia a todo momento, mas assim como na vida real resumimos aos Gols e Melhores Momentos nossas jornadas a assistir futebol de maneira geral, no anime poderíamos dizer que a história resumia o jogo exatamente assim também, a gente só via os melhores momentos…
@Michel, os gols do Altintop(2010) e do Stoch(2012), me lembraram a nossa boa época de FIFA 99 no N64 na sua casa, mais especialmente o “vício-mito”(xD) que você se tornou fazendo golaços naquela bagaça…=D. Bons tempos…! o/

 

Do vídeo abaixo, vejam todos os gols!
E, apesar da atenção especial que eu poderia pedir no gol de Keisuke Honda (o Top15, pois ele tem DOIS gols na lista!), para fazer média com os japas que são nossa fonte de animes e a fonte do “Super Campeões”, gostaria de pedir atenção especial a 10 gols específicos: o de Honda já citado, logicamente, onde o comentarista ficou claramente boquiaberto e chega a falar “Ooohhhhh… Kore wa sugoi (…)”! =D; o de Paulinho(Top13); o de Recoba(Top8); o de Payet(Top7); o de Burow(Top6); o de De Rosario(Top5); o de Geraldão(Top4); o mítico gol de Roberto Carlos contra a França (Top3); o golaço de Nilsson (por tabela por ser o Top2 da lista); e o golaço Top1 finalmente, que para a talvez surpresa de alguns foi o grande VENCEDOR do Prêmio Puskas 2016 citado n’outro vídeo mais acima.
Assistam estes que recomendei com atenção especial e (para quem viu Super Campeões) analisem realmente, friamente, com calma, se o anime é de fato tããão fantasioso assim quando criticam o chute de trivela do Tsubasa, ou o poderoso chute do Tigre de Kojiro, entre alguns outros lances e gols. O anime é fantasioso?? Bastante, e o anime mais próximo da realidade futebolística geral pelo que vi até hoje deve ser o Giant Killing mesmo, mas Super Campeões nem de longe é tão fantasioso assim quanto a maioria das pessoas realmente gosta de criticar destrutivamente. No fim, acho que quem não curte/vive um pouco mais profundamente o futebol, acaba por subestimar o anime como um todo…

 

A pergunta que não quer calar que fica não só aqui para mim, como para todo mundo que já viu o anime é: será que no mangá original, os lances e gols também são (relativamente) parecidos com o que vimos no anime?

 

 

Obrigado por nos acompanharem e assistam nossos projetos. =)

 

E tudo isto…
Porque nem só de animes nós vivemos!
.

SHINZO Fansub, corrigindo SEUS erros através da penetração!”

KAKUGO NO SUSUME

Oyasumi minna-san! xD. Sim, galera Shinzoniana que gosta de “gore”, oyasumi porque estava com sono e já fui dormir (=D). Este post está sendo lançado pelo Robô da música “Go Robot” da banda “Pimentas Vermelhas Quentes”! E neste 31/10 vamos ver algo um pouco diferente do ano passado… algo com BASTANTE sangue; com lutas; com alguns monstros bem estranhos, vestindo roupas esquisitas e com golpes ainda mais incomuns (rsrs); e com mamilos! O_o  E mamilos vocês sabem como são, né? “Polêmicos”!!!  kkkkk. Então, baixem nosso lançamento de hoje e divirtam-se! \o/

Bem, aqui mais um projeto que está há algum tempo nas nossas mãos e agora conseguimos fazer! Um salve e um viva para mim e para o Shinzo!! E uma salva de palmas para o Hiei, porque apesar de teimoso e cabeça-dura, ele merece!!! o/ xD
KAKUGO NO SUSUME, originalmente um mangá, nos conta a história de dois IRMÃOS! Sim, IRMÃOS! (e isto deve ser enfatizado) Estes que por sua vez deveriam seguir o legado de seu pai, completando um árduo treinamento, e proteger os fracos e inocentes em meio ao apocalipse que se transformou o mundo. Este OVA de 2 episódios nos mostra apenas uma pequena parte da história e de seus protagonistas, dando um final claramente “filler” para a mesma, mas um final digno, é bom que se diga.

Para não falar muito do OVA, porque se não spoilers podem acabar sendo escritos aqui, KAKUGO é um mangá de 11 volumes já finalizado, que poderia atualmente, tal como Kiseijuu, ser perfeitamente adaptado para um anime maior, de 20 e tantos episódios ou até um pouco mais (37-39). O mangá foi lançado mais ou menos na mesma época de Kiseijuu (década de 90), e por isto mesmo minha comparação e esperança de que um dia os estúdios olhem novamente para esta obra… Acho que tranquilamente KAKUGO daria um novo e excelente anime(!), especialmente em meio ao mar de animes medíocres com temática colegial que têm saído ultimamente a cada nova temporada…
Como informação adicional, KAKUGO é do mesmo bom autor de SHIGURUI, mangá de 15 volumes também já finalizado que começou a ser lançado em 2003, e que gerou uma adaptação animada de 12 episódios em 2007. Ou seja, bastante gente conhece o autor…

E para não me alongar muito mais aqui, venho fazer uma OBSERVAÇÃO IMPORTANTE acerca deste OVA: alguns podem achar que erramos no 1º episódio a respeito do sexo de Harara ao serem feitas menções sobre ele na legenda, mas Harara é realmente um homem! Apesar de já no 1º episódio, mesmo quando em sua veste branca e feminina que nos mostra um corpo sinuoso, o anime nos mostrar rapidamente seu corpo nu e pensarmos que trata-se de uma dama, Harara é de fato um homem e vocês entenderão este ponto, pois o anime explicará a situação, portanto não se preocupem, ok?

E agora, vamos assistir esta pérola dos anos 90 incrustada na galeria de uma época muito boa onde os bons OVAs (ainda em VHS) vendiam-se por si, e não precisavam de “2 cabides para segurar a mesma peça de roupa”…


Hiei aqui.

Isso era pra ter saído no dia 31, mas não saiu por culpa do Sennaviadon. Sim, a culpa é sempre dele. ¬¬

halloween01

 

ShaKaw

“Corrigindo os erros através da penetração”

MÄR Heaven 24-26

Opa opa opa!!!!

Finalmente chegamos ao episódio 26!!!!!!!!

 

Tô com um certo cansaço e cheio de coisa pra fazer, então… Não vou falar nada além de: APROVEITEM!

Atrasos são culpa do Caio. Erros são culpa do Senna. Até e boa noite!

 

ShaKaw

Marte da Destruição

Opa, fala pessoal!

Cerca de 1 ano e meio após a seleção deste projeto… cá estou para lançá-lo!  ahahahahaha

Este projeto, junto com outro que deve sair em breve, foi escolhido no ano passado para ser lançamento de aniversário do sub. Bem, nem preciso dizer que não deu certo, né? Culpa do Sen… Deixa quieto, para que apontar dedos, né Senna? =p

Hametsu foi escolhido por uma, digamos, peculiaridade. haha

Na época, Hametsu no Mars era o anime com a PIOR nota, tanto no AnidB, quanto no MAL. hahahhaha Sério gente, e foi isto que me fez escolher este projeto. Eu sequer tinha lido a sinopse ou assistido a este anime quando peguei o projeto, apenas… tinha a pior nota em ambos os sites e pronto! hahahha

Eu o assisti apenas semana passada, quando fui fazer o QC dele e tenho que dizer, realmente… a nota em ambos os sites até que está alta. lol

Vou deixar agora para o Senna, que fez a revisão, fazer algum comentário sobre ele. XD


Kkkkkkkkkk. O “pior” deste post é a sinceridade do oyabun quanto ao projeto em si… huahuahua

Bem, cá estou eu, Senna-sama(rsrs), que já tinha ouvido falar neste anime através da galera dos podcasts do Animecote. E o que ouvi falar foi bem ruim, a pior nota no MAL e tal… Quando ouvi sobre este anime, fiquei deveras intrigado no porquê dele ser tão ruim, mesmo que não me importe minimamente com as notas do MAL, e quando o Hiei selecionou o projeto fiquei me perguntando o porquê dele ter escolhido tal anime??? O_o  Na minha cabeça não fazia muito sentido. Ele “jura de pés juntos” que me contou este detalhe, mas assim como vocês, eu só soube o porquê dele tê-lo selecionado agorinha mesmo…

O fato é que o oyabun estava menti… digo, atarefado demais, e não conseguiria trabalhar no anime em apenas duas semanas para soltá-lo no 3º aniversário do sub, pois eu o entreguei revisado em 09/05/2016, mas… sinceramente, acho que não seria nada bom trazer este anime como presente de aniversário para vocês, não é mesmo? =D

Bem, o anime em si não é uma porcaria completa na MINHA opinião, mas o problema é que ele é bem fraco em todos os quesitos, nenhuma característica se destaca, e acho que é exatamente por isto que ele tem uma nota tão ruim, acho que o problema do anime é o conjunto. Rapidamente, só para exemplificar, Bleach (que, aproveito para adiantar, um dia terá um post aqui no Shinzo), é um anime tecnicamente ruim? É sim, mas a trilha sonora (OPs/EDs/OST) é fantástica, o maior destaque do anime sem sombra alguma de dúvidas na minha opinião. Logo, não tem como dar uma nota tããão baixa para o anime de Bleach. Já Hametsu… bem…

Contudo, acho que são apenas 20 minutos, não vamos morrer por isto. É um OVA que dá uma boa discussão do porquê ser tão ruim e ainda podemos rir de tudo isto…xD. Ah, oyabun, não é “junto com outro que deve sair em breve”, é “junto com OUTROS que DEVERÃO sair em breve =). Inté, meu povo!

 

Então é isto pessoal, tentem se divertir assistindo esta porcaria este anime.

Caso queiram uma sinopse ou um AMV dele, só acessar a página do anime pelo menu. Té mais!!

 

ShaKaw

%d blogueiros gostam disto: